sábado, 13 de setembro de 2008

17 - A KABBALAH e as 4 LEIS DO UNIVERSO

QUATRO são as leis maiores que governam o UNIVERSO. Vejamos estas leis na 'Arvore da Vida':





1. Tudo é UM;






-----------------------------------





2. A ação da TRINDADE DIVINA;







-------------------------------------





3. A LEI da SEQUÊNCIA ;






--------------------------------------



4. Existência de 4 reinos entre
a COROA e o REINO




-------------------------------------
E há muito mais!

16 - ASTROLOGIA e a KABBALAH

As lojas na maçonaria estão repletas de símbolos astrologicos. A alfabeto hebraico também guarda estreita correspondência com estes símbolos. A figura abaixo nos ajuda a visualizar estas correspondências:

No ALFABETO HEBRAICO:
As TRÊS LETRAS MÃES (SHIM -MEM - ALEPH) correspondem, respectivamente, aos elementos FOGO, ÁGUA e AR. Correspondem também aos 3 PLANETAS (transpessoais)
NETUNO - URANO - PLUTÃO .
As SETE LETRAS DUPLAS ( BETH - GIMEL - DALETH - KAPH - PEH - RESH e TAU) têm correspondência, respectivamente, com os 7 planetas (pessoais) SOL, LUA, MERCÚRIO, VÊNUS, MARTE, JUPITER e SATURNO.
As DOZE LETRAS SIMPLES (HEH - VAU - ZAYIN - SHET - TET - YOD - LAMED - NUN - SAMED - AYIN - ZADI e KOPH) têm correspondência, respectivamente, com os 12 SIGNOS astrais (Aries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Viergem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes.
As 12 letras simples correspondem também, respectivamente, aos 12 meses do Calendário Hebraico (Nissam, Iar, Sivan, Tamus, Av, Elul, Tishrei, cheschevan, Kislev, Tevet, Shevat e Adar.
Nos Templos Maçônicos, as 12 colunas que compõem as laterais, correspondem e levam os símbolos dos 12 SIGNOS astrais mencionados, que associam-se a datas que marcam a época da passagem do SOL no Equador Celeste (Eclíptica), de acordo com o Calendário Gregoriano.
E há muito mais...

15 - A MENORAH e a KABBALAH

Uma contribuição aos graus filosóficos !
O candelabro de 7 velas (Menorah) dentro do tabernáculo era
uma obra de beleza extraordinária e consistia em três partes principais:
- a base:
- a haste principal:
- as hastes filiais.
Ao lado vemos um Menorah que está do lado de fora do Parlamento de Israel, o Knesset .


Mas, como podemos estabelecer correspondências da Menorah com a KABBALAK ?
A figura abaixo mostra lado a lado o ADÃO KADMON com a estrutura da KABBALAH:
Como uma representação do nosso microcosmo codificado, evidencia-se essa correspondência, apreciando-se a figura a seguir:
E há muito mais!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

14 - ESCADA DE JACÓ e a KABBALAH

Conta-se sobre um sonho que Jacó adormeceu....
Gênesis 12: "E começou a sonhar, e eis que havia uma escada posta da terra e seu topo tocava nos céus; e eis que anjos de Deus subiam e desciam por ela".
Gênesis 17: "Jacó acordou do sono e disse: Verdadeiramente, Jeová está neste lugar e eu mesmo não o sabia".
Gênesis 18: "E ficou temeroso e acrescentou; Quão aterrorizante é este lugar. Não é senão a casa de Deus e este é seu portão de entrada".
A citação bíblica "a casa de meu pai tem muitas moradas" também nos reporta ao sentido esotérico, dizendo-nos que há muitos níveis para as criaturas dentro do seu grau de evolução e progresso.










Nesta 'escada', os Anjos sobem em sua 'Evolução' e também descem na ajuda espiritual aos demais. Pessoas com o "EU" acentuado (EGO, etc), usualmente vêem a 'Escada" só para ascender-se. Reflita sobre isto!

Existem mais coisas entre o céu e a terra do que jamais sonhou a vã filosofia !
Parafraseando... "Existem mais coisas entre o KETHER e MALKUTH do que jamais sonhou a MAÇONARIA". Marcelo Antunes, dispõe magnifica figura em http://www.ordotrimegistus.net/ sobre a criação, mostrando os 4 planos da evolução: FÍSICO - ASTRAL - MENTAL e CAUSAL.
Em outra magistral figura de Marcelo Antunes, já mostrada neste Blog, estes 4 planos são vistos tridimencionalmente, à similaridade do encadeamento evolucional da figura anterior. Á frente do aprendiz, a 'Árvore da Vida' mostra o plano da TERRA (ASYYAH), com todo o seu conteúdo de materialidade. Às suas costas, como na evolução proposta no 'entendimento' da 'Escada de Jacó', os planos de evolução: AR - ÁGUA e FOGO. Em cada um destes planos mesma 'Arvore da Vida" dispõe em cada uma das 10 SEPHROT, e em cada um dos 22 CAMINHOS, um SIGIL (símbolo+conhecimento) diferente.

Na evolução dos graus, a maçonaria aponta aos iniciados o caminho da evolução. Se conhecidos os caminhos propugnados pela KABBALAH, a escalada de Jacó será muito melhor entendida!

E há muito mais...

REAA - SEMELHANÇAS OU MERAS COINCIDÊNCIAS?

----------------------------------------------------------

13 - KABBALAH - Pequena síntese

De "SEPHER YETZIRAH – O Livro da Criação e a Geometria Sagrada dos Templos Maçônicos - Ed. Letras Contemporâneas (1999)" de autoria de ULF Hermann Mondl, sintetizamos alguns
ASPECTOS SOBRE A KABALLAH:
• Utilizou de códigos para preservar-se ao longo de milhares de anos;
• O principal dos códigos é a ÁRVORE DA VIDA (Sephirots), onde cada Sephira e o caminho entre elas contém codificados ensinamentos próprios (SIGIL);
• Outros códigos utilizados ao longo dos tempos para guardar os conhecimentos contidos na Kabbalah: Astrologia , Numerologia , Tarot , etc;
• A Kabbalah tornou-se numa tradição criada para a transmissão do Conhecimento, abrangendo o entendimento e relações do micro ao macrocosmo;
• Origem do nome: Historicamente, a Mishnah judia conta, como origem para a Qabalah, que Moisés recebeu a TORÁ (a lei) no Monte Sinai , de kíbel (QBL) e daí o nome da Cabala;
• A palavra Kabbalah em , no hebraico, significa ‘receber’. É o estudo que prepara o homem para receber os graus e planos da vida;
• É tradição oculta (esotérica, portanto) ou doutrina secreta dos judeus, no início transmitida via oral e depois revelada e elaborada por um corpus escrito sistêmico;
• Moisés transmitiu-a a Josué, e este por sua vez transmitiu-a aos Anciãos, que sequencialmente a transmitiram aos Profetas, que finalmente a transmitiram-na aos Membros da Grande Sinagoga...;
• O ZOHAR é o principal livro de texto da Cabala Hebraica e a base fundamental da “ARVORE DA VIDA” cabalista;
• Todavia, as bases monumentais da Cabala estão nos Livros do ANTIGO TESTAMENTO, no TALMUD e em livros rabínicos conhecidos;
• Encontram-se a sabedoria e os ensinamentos cabalísticos nos textos denominados SEPHER YETZIRAH (Livro da Criação ou da Formação), e nos textos da SEPHER-HÁ-ZOHAR (Livro do Esplendor);

SEPHER YETZIRAH (ou Livro da Criação)
• É um texto antiqüíssimo e conciso, composto de apenas 6 (seis) capítulos;
• Possui uma abordagem mística e filosófica dos componentes constituintes do mundo; Especula-se que tenha sido escrita na Palestina ou na Síria, entre os séculos III e IV (talvez no final do Sec. II), de autores desconhecidos;
Saadih, no livro A PEDRA FILOSOFAL, refere-se a Qabalah como de autoria de Abrãao;
• O primeiro dos 6 capítulos do livro versa sobre alguns nomes atribuídos a DEUS e à criação do Universo por meio de 3 sepharim (números, letras hebraicas e sons):
• Os números significam as “forças transcendentais”, traduzidas pelas 10 Sephirot mais as 22 letras do alfabeto hebraico (forças básicas);
• Os 32 caminhos da sabedoria, são compostos pelas 10 Sephirot, mais as 22 letras hebraicas (Othioth), e representam “objetivos” ou “idéias” de significados simbólicos e ocultos;
• Os demais 5 capítulos versam sobre o significado das letras (a última não é expressa !):
• As 3 letras-mães (precedência do AR, da AGUA e do FOGO);
• As 7 letras duplas tomam a forma da VIDA, da PAZ, da SABEDORIA, da RIQUEZA, da BELEZA, da FRUTIFICAÇÃO e do DOMÍNIO;
As 12 letras simples associam-se com os NÚMEROS, com os SIGNOS ZODIACAIS, com os ÓRGÃOS SENSORIAIS, com o CORPO HUMANO, com as ATIVIDADES HUMANAS, e com as correspondências devidas.

Maçônicamente, ‘trabalhar a pedra bruta’ = ‘busca de auto-conhecimento’, ou também o entendimento do Adão Kadmon (microcosmo) interno a cada um de nós. Entende-se porque a maçonaria utiliza-se de tantos códigos cabalísticos. Sugere-se o acesso ao site http://www.eon.com.br/adv0.htm para visualização de muitas imagens interessantes que ajudam no entendimento básico da KABBALAH.
E há muito mais...